Guaíba Online

MENU
Logo
Sexta, 14 de maio de 2021

🚔 Segurança e Polícia

Carrefour deposita R$ 1 milhão para viúva de homem morto em estacionamento, após ela recusar indenização

Defesa da viúva de João Alberto Freitas disse que valor é igual ao que empresa pagou ao indenizar por morte de um cachorro em SP

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para Feedback/h5>
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Carrefour depositou R$ 1 milhão para Milena Alves, viúva de João Alberto Freitas, em uma conta bancária criada para "consignação extrajudicial para efeito de indenização". João Alberto faleceu após apanhar de dois seguranças no estacionamento do Carrefuor Passo d'Areia, em 19 de novembro de 2020. 

.

Segundo a empresa, o valor é "a soma do patamar máximo por danos morais fixado pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para casos como este e de um valor referente aos danos materiais, independente da comprovação que seria necessária em caso de litígio, e que geraria novos custos à viúva".

Milena recusou a indenização oferecida pelo Carrefour, em 3 de abril, que na ocasião também tinha o valor de R$ 1 milhão. O advogado havia afirmado que o valor era insuficiente e equivalente ao pago pelo Carrefour em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) após um segurança da empresa ter causado a morte de um cachorro com golpes de barra de metal, em novembro de 2018, em uma unidade de Osasco, em São Paulo.

...

O Carrefour também afirmou que depositou "R$ 100 mil extras diretamente na conta bancária de Milena para gastos mais urgentes da viúva". Outros oito acordos de indenização, referentes aos demais familiares de João Alberto (quatro filhos, pai, irmã, enteada e neta) já haviam sido fechados, sendo que, segundo o grupo, pai e irmã já receberam os valores. O grupo também declara que "manteve assistência financeira e psicológica à disposição da família, incluindo assistente social e gastos do dia-a-dia".


....

Comentários: