TVGO | Guaíba Online

CMPC e multinacional de inovação aberta buscam soluções inovadoras e sustentáveis para logística

🏭 Economia e Negócios

CMPC e multinacional de inovação aberta buscam soluções inovadoras e sustentáveis para logística

Em parceria com a empresa SOSA e a Confederação Nacional da Indústria do Brasil (CNI), produtora de celulose terá acesso a soluções de ecossistemas internacionais de tecnologia.

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A CMPC anunciou parceria com a empresa SOSA, agente global do setor de inovação aberta, para melhorar a eficiência e a sustentabilidade da sua cadeia de suprimento florestal no Brasil. O objetivo da iniciativa é otimizar e modernizar o transporte de celulose e madeira, que atualmente é feito por vias fluviais e terrestres.

 

A SOSA atua na busca e validação de startups para corporações e governos, garantindo que as equipes de inovação encontrem com precisão a tecnologia necessária para resolver desafios de negócios, identificar oportunidades e construir novos produtos. A multinacional israelense possui um acordo com a Confederação Nacional da Indústria do Brasil (CNI) desde 2021, para possibilitar que indústrias no Brasil tenham acesso a um ecossistema global de tecnologia, gerando engajamento e colaboração com as tecnologias 4.0 mais disruptivas em desenvolvimento fora do país.

A CMPC é a primeira empresa do Brasil a participar dessa ação buscando soluções na área de logística. Com essa parceria, é esperado que os recursos de inovação aberta da SOSA ajudem a implementar tecnologias voltadas a otimizar embarques, aumentar a eficiência operacional e reduzir a pegada de carbono do transporte de madeira. Durante todo o processo de scouting (exploração) e validação, a SOSA avaliará startups candidatas a atender aos requisitos tecnológicos, à infraestrutura e aos regulamentos locais da CMPC.

 

O projeto de inovação será composto por três etapas:

  • identificação e definição de desafios da empresa ao lado de novas oportunidades;
  • acesso a empresas e sistemas de tecnologia global avançada;
  • construção do projeto-piloto ou prova de conceito (POC), que reúne evidências documentadas da possibilidade de êxito, com colaborações estratégicas para implementação.

As startups selecionadas terão a oportunidade de realizar um POC de suas soluções em escala industrial e potencialmente apoiar os esforços da CMPC para ter uma cadeia logística mais eficiente e sustentável.

"Essa parceria está alinhada com nossa busca constante pela evolução e melhoria de nossos processos, ajudando a conservar os recursos naturais e nos tornando mais sustentáveis a cada dia. Hoje somos referência nacional no uso do modal hidroviário para o transporte de cargas, evitando mais de 100 mil viagens de caminhões por ano e contribuindo para a redução das emissões de carbono. Entendemos que os projetos apresentados pelas startups participantes dessa iniciativa nos permitirão aumentar nossa eficiência operacional na logística florestal de forma ainda mais inovadora", explica o diretor-geral da CMPC no Brasil, Mauricio Harger.

 

"Abordar a cadeia de suprimentos, dadas as inúmeras questões que as empresas enfrentaram nos últimos dois anos, permitirá que empresas como a CMPC melhorem seus resultados e operem de forma mais sustentável", diz Uzi Scheffer, CEO da SOSA. "Nossa colaboração com a CMPC por meio de nossa parceria com a CNI espera catalisar a inovação e oferecer às empresas soluções que sejam impactantes e sustentáveis", completa.

Sobre a CMPC 

A CMPC Brasil tem sua unidade industrial localizada em Guaíba, no Rio Grande do Sul, faz parte do grupo chileno CMPC e produz, por ano, cerca de 2 milhões de toneladas de celulose – matéria-prima biodegradável utilizada na fabricação de produtos de higiene pessoal (tissue), de embalagens e de vários outros itens presentes no cotidiano das pessoas. Maior indústria do estado, conforme o índice VPG (Valor Ponderado de Grandeza), a companhia é responsável pela criação de 45 mil empregos diretos, indiretos e induzidos na economia gaúcha, com 6,6 mil profissionais atuando em suas operações industriais, florestais e portuárias. Presente no Brasil desde 2009, a empresa é uma representante da bioeconomia e tem suas operações baseadas no conceito da economia circular, transformando 100% resíduos sólidos do processo industrial em 13 novos produtos, desde matéria-prima para produção de cimento e painéis de madeira até corretivo de pH do solo e fertilizantes orgânicos. O grupo CMPC completou 100 anos de atuação no mundo em 2020 e conta atualmente com mais de 20 mil colaboradores em 48 unidades industriais de oito países da América Latina. Outras informações estão no site http://www.cmpc.com.br/ . 

 

Sobre a CNI

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) representa a indústria brasileira. Como o mais alto órgão do sistema sindical patronal da indústria, defende os interesses da indústria nacional desde sua fundação, em 1938. Desde então, trabalhando em coordenação com os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do poder público e diversas entidades e organizações no Brasil e no exterior. A CNI representa 27 federações de indústrias e 1.250 sindicatos patronais filiados a quase 700 mil empresas. Administra diretamente o Serviço Social da Indústria (SESI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL). Junto com a CNI, essas instituições formam o Sistema Industrial, que também reúne federações estaduais da indústria e sindicatos patronais. Para obter mais informações, visite http://www.portaldaindustria.com.br/cni/en/

Sobre a SOSA

SOSA é uma empresa global de inovação aberta. Trabalhamos com equipes de inovação e unidades de negócios em empresas (LG, HP, Schneider Electric, Natura, Swiss Re) e governos (Austrália, Brasil, Canadá e Taiwan). Exploramos e validamos empresas e tecnologias emergentes para oferecer aos nossos clientes as soluções de que precisam para resolver problemas agudos, identificar oportunidades ou construir novos produtos.

 

FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): CMPC divulgação
Comentários: