TVGO | Guaíba Online

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

👔 Política

Em leilão de lance único na bolsa de valores, Corsan é vendida para a Aegea

Oferta de R$ 4,151 bilhões ficou um pouco acima do preço mínimo de R$ 4,1 bilhões estipulado para a liquidação do patrimônio.

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Em leilão de lance único na bolsa de valores, Corsan é vendida para a Aegea
Divulgação Corsan
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) foi vendida em leilão realizado na bolsa de valores de São Paulo, a B3, na manhã desta terça-feira (20). O grupo  Aegea foi o vencedor da disputa com uma oferta de R$ 4,151 bilhões.

O leilão da Corsan ocorreu após uma série de embates judiciais. Na segunda-feira (19), o governo do Estado conseguiu garantir a realização da disputa para privatização da companhia.

Leia também: Câmara de Porto Alegre autoriza financiamento para revitalização do 4º Distrito e Centro Histórico

Leia Também:

O montante é pouco acima do preço mínimo de R$ 4,1 bilhões estipulado para a liquidação do patrimônio da Corsan. Apenas a Aegea apresentou proposta no certame. 

Maior empresa do setor no Brasil, a Aegea já opera uma parceria público-privada (PPP) com nove municípios da região metropolitana de Porto Alegre. 

O certame havia sido suspenso pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4) na última quinta-feira (15), mas uma decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) anulou a medida, a pedido do governo do Estado, na noite de segunda-feira.

Apesar da liberação da concorrência, o presidente da Corte, ministro Lelio Bentes Corrêa, manteve vedada provisoriamente “a realização de qualquer ato que envolva assinatura do contrato de compra e venda das ações detidas pelo Estado do Rio Grande do Sul no capital social da Corsan ou a efetiva transferência de tais ações ao adquirente”.

Grupo Aegea

O grupo Aegea atende cerca de 21 milhões de pessoas em 154 municípios no país. Atua no RS, por meio de PPP com a Corsan para a coleta e tratamento de esgoto em nove cidades da região metropolitana de Porto Alegre.

“Ao dar esta oferta, reforçamos o compromisso em investir no Estado do Rio Grande do Sul e no saneamento, sempre com muita sustentabilidade, trazendo um olhar especial sobre as populações mais vulneráveis”, disse o vice-presidente de Operações da Aegea, Leandro Marin.

O Estado permanece como acionista controlador da Corsan até a efetiva data de assinatura do contrato de compra e venda e a liquidação da operação, prevista para março de 2023.

Leia também: BM prende dupla na São Jorge suspeita de cometer assaltos e tráfico de drogas em Guaíba

 

Comentários: