Guaíba Online

MENU
Logo
Sexta, 14 de maio de 2021

🌱 Meio Ambiente

Pessoas desistem de comprar terrenos em novo bairro de Guaíba dada má condição do Arroio Passo Fundo; entenda o caso

Lideranças realizaram reunião com o Executivo municipal na manhã de quinta-feira (8) para tratar sobre o PL011/21

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para Feedback/h5>
Máximo 600 caracteres.
enviando

Alguns investimentos nos bairros Recanto dos Pássaros I e II, na Zona Sul de Guaíba, estão supostamente deixando de serem feitos por causa do mau cheiro e condição precária do Arroio Passo Fundo, que corre muito próximo aos empreendimentos. A constante e rápida oxidação e deterioração de aparelhos eletrônicos também é uma reclamação antiga de moradores da comunidade São Jorge/Primavera, que fica ao lado dos novos bairros em construção, e que agora também preocupa os novos proprietários de terrenos na região.

..

Para tratar do tema, foi realizada uma reunião na manhã de quinta-feira (8) com o prefeito Marcelo Maranata (PDT) e a vice-prefeita Claudia Jardim (DEM), onde estiveram presentes o vereador Marcos da São Jorge (DEM) e a professora, ambientalista e colunista do Portal Guaíba Online, Aline Stolz.

No encontro foi definitivo que serão feitos ajustes especialmente nos artigos 11, 17 e 19 da PL 011/2021, que “Institui as Políticas de Proteção Ambiental da Sub-Bacia Hidrográfica do Arroio Passo Fundo e dá outras providências”. Tais artigos são os principais geradores de debates e de duas audiências públicas sobre o tema já realizadas no legislativo guaibense, sendo a última feita no dia 31 de março.

.

Projeto tramita na Câmara de Guaíba

Após realizadas as alterações no texto, o projeto deve voltar para os pareceres da Comissão de Justiça e Redação e da Comissão de Cultura, Saúde, Educação e Assistência Social e, após devida tramitação, ir a votação em plenário. Para ver o processo de andamento do projeto no site da câmara municipal, clique aqui.

Na sessão plenária da Câmara de Vereadores de Guaíba, na última terça-feira (6), houve uma pressão popular pela adequada limpeza e manutenção do arroio, através de comentários de espectadores que postavam mensagens utilizando a hashtag #ArroioLimpoJá e outras. E para a sessão da próxima terça-feira (13), a comunidade está se organizando para realizar uma carreata, de forma a mostrar mobilização popular sobre a causa. Veja abaixo a justificativa completa do PL 011/2021, que é de autoria do vereador Marcos SJ:

..

A comunidade guaibense tem um patrimônio ambiental de extrema relevância para o Bioma Mata Atlântica – a Sub-bacia do Arroio Passo Fundo. O Arroio Passo Fundo é um manancial que possui originalmente seu curso, desde a nascente à foz, pertencente ao Município de Guaíba/RS. Sua flora e fauna nativas são compostas por espécies de Mata Atlântica - o único bioma brasileiro protegido por lei. Ocorre que esse manancial vem sendo agredido, desprotegido e esquecido, apesar de ter influência direta na economia e na vida diária da população guaibense. Ocupações irregulares em demasia nas Zonas Oeste e Sul da cidade, a deficiência de um Plano Diretor que oriente as construções, falta de saneamento básico e de fiscalização das práticas de proteção ao meio ambiente fizeram com que as comunidades dessas localidades se unissem e buscassem o Legislativo Municipal para orientar uma legislação que instituísse políticas públicas de proteção ambiental para a Sub-bacia do Arroio Passo Fundo. Assim, este projeto de lei deseja instituir as Políticas de Proteção Ambiental da Sub-Bacia Hidrográfica do Arroio Passo Fundo e dá outras providências.

O que dizem corretores locais

O corretor imobiliário e sócio da imobiliária guaibense Imobsul, Mario Ávila, comentou que todos os lotes do empreendimento Recanto dos Pássaros já foram vendidos e que a desistência em possuir um imóvel naquele local tem se dado de forma maior por questões de dificuldades financeiras porventura contraídas pelos compradores do que pelo próprio fator do Arroio Passo Fundo. Segundo Ávila, o mercado imobiliário em Guaíba nunca esteve tão aquecido e, mesmo com a pandemia em curso, o interesse em lotes na cidade continua crescendo. Já outra corretora de imóveis do centro da cidade comentou que atual questão na Zona Sul pode influenciar atualmente na revenda dos lotes, porém não deve vir a afetar fortemente os financiamentos já em andamento.


..

Comentários: