TVGO | Guaíba Online

Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

🏭 Economia e Negócios

TK Elevator faz investimento de R$ 80 milhões em sua unidade de Guaíba para desenvolvimento de software

Para essa unidade brasileira, nomeada de TechHub, foram contratados 45 engenheiros.

Redação TVGO
Por Redação TVGO
TK Elevator faz investimento de R$ 80 milhões em sua unidade de Guaíba para desenvolvimento de software
Divulgação / cottonbro studio
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A TK Elevator ou TKE, empresa alemã especializada em tecnologia, investiu R$ 80 milhões em uma nova estrutura para desenvolvimento de softwares de elevadores em Guaíba, região metropolitana de Porto Alegre. A empresa tem 50 mil funcionários e atende clientes em 100 países.

 

Para essa unidade brasileira, nomeada de TechHub, foram contratados 45 engenheiros. Com isso, a unidade gaúcha passou a concentrar todo o processo global da companhia, o que antes era feito em unidades regionais espalhadas pelo mundo.

Leia Também:

Leia também: Após denúncia, PATRAM apreende cinco aves silvestres no Logradouro, em Guaíba

Por que a TKE escolheu o Rio Grande do Sul?

Para a escolha de Guaíba, apontam-se quatro fatores: qualidade dos engenheiros brasileiros, proatividade, "mente aberta" dos profissionais locais e, claro, uma vantagem econômica, que, devido ao custo menor, garante melhor resultado à companhia.

O Chefe de Engenharia da TK Elevator para a América Latina, Christopher Busemann, também destacou o padrão dos engenheiros que a empresa consegue contratar no Estado.

Além da unidade com foco em software, a fábrica mantém a unidade de PDC (Product Design Center), onde outro grupo de cerca de 100 engenheiros atua com foco em mecânica e eletrônica.

Centro de P&D na cidade

O vice-presidente de Operações para a América Latina, Paulo Henrique Estefan, afirma que os investimentos não pararam e que “o software é o cérebro dos elevadores”. Há planos de construir um centro de pesquisa e desenvolvimento em Guaíba, previsto para 2024.

 

Antes ainda, virá o lançamento de um novo produto. Por enquanto, a menina dos olhos é o Agile Mirror, que usa um espelho sensível ao toque para comandos do usuário do elevador. 

Sobre a fábrica

Em 2020, a fabricante mundial alemã thyssenkrupp Elevadores foi comprada pelas empresas de private equity Advent International e Cinven e, depois, passou a ter a marca TKE. A operação movimentou US$ 18,7 bilhões na época.

A fábrica gaúcha foi inaugurada em 1965 e tem origem em um negócio criado para consertar relógios de ponto e serviços de telefonia em Porto Alegre. Passou, então, a arrumar elevadores e, logo depois, a fabricá-los. Em 1964, nascia a Elevadores Sûr que, um ano depois, foi transferida para o município de Guaíba. Já em 1999, ela foi comprada pelo grupo alemão Thyssenkrupp.   

Como exemplo, foram fabricados na unidade os elevadores instalados no prédio mais alto de São Paulo, chamado de Platina 220. Os 20 equipamentos ficam no edifício de 172 metros de altura, com 46 andares. Entre eles, há unidades dos elevadores mais velozes da TK Elevator, que atingem o topo em 42 segundos. No último ano, a TKE faturou até 8 bilhões de euros. 

Leia também: Sicredi Centro Leste RS realiza a distribuição de R$ 7,7 milhões aos associados

 

Comentários: