Guaíba Online

O impacto do tradicionalismo na vida profissional: em que a cultura e tradição influenciaram sua vida?

E, se você não é tradicionalista, tem ideia de como essa vivência pode contribuir para outros cenários?

Você já parou para pensar em que a cultura e tradição influenciaram na sua vida? E, se você não é tradicionalista, tem ideia de como essa vivência pode contribuir para outros cenários?

Esta semana, enquanto rolava o feed do facebook me deparei com uma frase de autoria atribuída ao caricaturista inglês, Max Beerbohm, que diz: “Nenhum trabalho de qualidade pode ser feito sem concentração e auto-sacrifício, esforço e dúvida”. E naquele momento, recordei-me da dedicação dos tradicionalistas em fazer um bom trabalho, ou seja, é possível relacionarmos esta frase com as atividades desenvolvidas em uma entidade tradicionalista. Isso porque, entre os desafios enfrentados e os bons momentos vividos, há muito trabalho e dedicação, independente de que parte dessa organização cultural você esteja inserido.

.

Assim, surge outra comparação, a relação entre o ambiente cultural e profissional que inclusive foi tratada na live que participei, promovida pelo Alessandro Costa, do Mercador Educação na última quinta-feira (17). Nela foi tratando sobre a influência do tradicionalismo na vida profissional.Assim, em uma conversa descontraída, Alessandro que é Consultor, Professor e mora em Arroio do Silva, Santa Catarina, juntamente comigo, contamos nossas experiências e aprendizados enquanto tradicionalistas e como isso afetou positivamente na nossa formação profissional.

Dentre os assuntos envolvendo dança, poesia, declamação, canto e gestão dentro da cultura gaúcha, é possível destacar primeiramente a desinibição, comunicação e oratória, devido a convivência com diversas pessoas dentro das entidades tradicionalistas, aprende-se “como”, “quando” e “com quem” falar, situações extremamente importantes para o cotidiano profissional, no mesmo sentido contribui muito para a expressão corporal e facial, a qual sabe-se também fazer parte da própria comunicação. É neste sentido que hoje o Alessandro é Professor, e a mim possibilitou trabalhar como mestre de cerimônias.

.

Especialmente, quando participamos de grupos de danças tradicionais ou folclóricas, aprendemos o trabalho em equipe visando a realizar um trabalho bem feito, que seja importante e satisfatório para todos os envolvidos. Bem como, a disciplina, no sentido de horário e compromisso como nos conhecidos domingos de ensaio, logo, aprendemos que toda ação individual gera uma reação no coletivo.

O planejamento e a realização de metas são coisas que tanto o grupo de danças ensinou, uma vez que é necessário toda uma organização de gastos, objetivos, e conquistas para se chegar, por exemplo, ao domingo do ENART, quanto no individual, como por exemplo a declamação, aonde exige uma organização de ensaios e compromisso para se realizar metas pessoais.

.

Em um ambiente profissional, é necessário trabalharmos com a hierarquia, considerando o organograma da empresa, assim, novamente a vivência tradicionalista se apresenta, visto que temos que saber agir diferentemente, sempre com respeito, seja entre colegas, convidados e patronagens. O que também leva a questão dos valores aprendidos dentro do tradicionalismo, em relação ao ambiente e sociedade, assim como descreve a Carta de Princípios que devemos prezar pela liberdade, igualdade e humanidade.

Em suma, o assunto é longo e a live foi curta, muitos são os aspectos que as experiências no tradicionalismo contribuem para a vida profissional, cabendo ressaltar ainda a auto-motivação e a dedicação, que em caráter pessoal são fundamentais para o crescimento no movimento tradicionalista e na carreira profissional. Portanto, se eu puder te dar um conselho, embora “se conselho fosse bom, era vendido”, mas o farei igual: coloque seu filho em um ambiente cultural - os aprendizados adquiridos apresentarão resultados a vida toda. 

.
.
. 

Veiculação de conteúdo: Guaíba Online não responde ou emite juízo de valor sobre a opinião de seus colunistas. Os colaboradores são autores independentes convidados pelo portal. As visões de colunistas podem não refletir necessariamente as mesmas da plataforma Guaíba Online.

 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

O impacto do tradicionalismo na vida profissional: em que a cultura e tradição influenciaram...

Você já parou para pensar em que a cultura e tradição influenciaram na sua vida? E, se você não é tradicionalista, tem ideia de como essa vivência pode contribuir para outros cenários?

Esta semana, enquanto rolava o feed do facebook me deparei com uma frase de autoria atribuída ao caricaturista inglês, Max Beerbohm, que diz: “Nenhum trabalho de qualidade pode ser feito sem concentração e auto-sacrifício, esforço e dúvida”. E naquele momento, recordei-me da dedicação dos tradicionalistas em fazer um bom trabalho, ou seja, é possível relacionarmos esta frase com as atividades desenvolvidas em uma entidade tradicionalista. Isso porque, entre os desafios enfrentados e os bons momentos vividos, há muito trabalho e dedicação, independente de que parte dessa organização cultural você esteja inserido.

.

Assim, surge outra comparação, a relação entre o ambiente cultural e profissional que inclusive foi tratada na live que participei, promovida pelo Alessandro Costa, do Mercador Educação na última quinta-feira (17). Nela foi tratando sobre a influência do tradicionalismo na vida profissional.Assim, em uma conversa descontraída, Alessandro que é Consultor, Professor e mora em Arroio do Silva, Santa Catarina, juntamente comigo, contamos nossas experiências e aprendizados enquanto tradicionalistas e como isso afetou positivamente na nossa formação profissional.

Dentre os assuntos envolvendo dança, poesia, declamação, canto e gestão dentro da cultura gaúcha, é possível destacar primeiramente a desinibição, comunicação e oratória, devido a convivência com diversas pessoas dentro das entidades tradicionalistas, aprende-se “como”, “quando” e “com quem” falar, situações extremamente importantes para o cotidiano profissional, no mesmo sentido contribui muito para a expressão corporal e facial, a qual sabe-se também fazer parte da própria comunicação. É neste sentido que hoje o Alessandro é Professor, e a mim possibilitou trabalhar como mestre de cerimônias.

.

Especialmente, quando participamos de grupos de danças tradicionais ou folclóricas, aprendemos o trabalho em equipe visando a realizar um trabalho bem feito, que seja importante e satisfatório para todos os envolvidos. Bem como, a disciplina, no sentido de horário e compromisso como nos conhecidos domingos de ensaio, logo, aprendemos que toda ação individual gera uma reação no coletivo.

O planejamento e a realização de metas são coisas que tanto o grupo de danças ensinou, uma vez que é necessário toda uma organização de gastos, objetivos, e conquistas para se chegar, por exemplo, ao domingo do ENART, quanto no individual, como por exemplo a declamação, aonde exige uma organização de ensaios e compromisso para se realizar metas pessoais.

.

Em um ambiente profissional, é necessário trabalharmos com a hierarquia, considerando o organograma da empresa, assim, novamente a vivência tradicionalista se apresenta, visto que temos que saber agir diferentemente, sempre com respeito, seja entre colegas, convidados e patronagens. O que também leva a questão dos valores aprendidos dentro do tradicionalismo, em relação ao ambiente e sociedade, assim como descreve a Carta de Princípios que devemos prezar pela liberdade, igualdade e humanidade.

Em suma, o assunto é longo e a live foi curta, muitos são os aspectos que as experiências no tradicionalismo contribuem para a vida profissional, cabendo ressaltar ainda a auto-motivação e a dedicação, que em caráter pessoal são fundamentais para o crescimento no movimento tradicionalista e na carreira profissional. Portanto, se eu puder te dar um conselho, embora “se conselho fosse bom, era vendido”, mas o farei igual: coloque seu filho em um ambiente cultural - os aprendizados adquiridos apresentarão resultados a vida toda. 

.
.
. 

Veiculação de conteúdo: Guaíba Online não responde ou emite juízo de valor sobre a opinião de seus colunistas. Os colaboradores são autores independentes convidados pelo portal. As visões de colunistas podem não refletir necessariamente as mesmas da plataforma Guaíba Online.

 

Veja também

sample52
Fernanda Campos - Tradicionalismo
Fernanda Campos - Tradicionalismo

Conhecendo mais sobre o Tropeirismo antigo e moderno: Porto de Rio Grande realiza sua maior embarcação de bovinos

sample52
Tarso Vigil - Filosofia de Bar
Tarso Vigil - Filosofia de Bar

"Este interregno não é para sempre, embora seja mais escuro antes do amanhecer”

sample52
Jennifer Garske - Saúde e Bem Estar
Jennifer Garske - Saúde e Bem Estar

Partiu pedal? Confira os principais benefícios do ciclismo para a saúde

sample52
Caroline Moura - Direito e Justiça
Caroline Moura - Direito e Justiça

Ele parou de pagar pensão; posso proibir as visitas ao meu filho?