TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

🚔 Segurança e Polícia

Mais de 170 policiais civis cumprem 31 mandados em ação conjunta na região metropolitana

Durante a ação, dez pessoas foram presas e seis armas e munições foram apreendidos

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Mais de 170 policiais civis cumprem 31 mandados em ação conjunta na região metropolitana
Divulgação / Polícia Civil RS
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens

Na manhã da terça-feira (25), a Polícia Civil, com o apoio da Brigada Militar, deflagrou a Operação Divisa para combater crimes de homicídios, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e extorsão em Porto Alegre e Região Metropolitana. A operação resultou na prisão de dez pessoas e na apreensão de seis armas e munições.

Participaram da ação mais de 170 policiais civis, que cumpriram 31 ordens judiciais em Porto Alegre, Canoas, Gravataí, Cachoeirinha, Sapucaia do Sul e Charqueadas. A operação contou com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil do RS e da Core/RJ.

Em Canoas, as investigações se concentraram em um homicídio qualificado ocorrido em março deste ano. A vítima foi morta em Porto Alegre e seu corpo encontrado em Canoas. As medidas cautelares relacionadas a este inquérito foram cumpridas em Porto Alegre, Canoas e Cachoeirinha.

Leia Também:

Em Gravataí, os investigados são suspeitos de homicídios dolosos qualificados, porte ilegal de armas de uso restrito e extorsão. As investigações envolvem dois homicídios ocorridos em março e maio deste ano. A operação também visou suspeitos de um suicídio em Gravataí, ligado ao "Golpe dos Nudes". As medidas cautelares foram cumpridas em Sapucaia do Sul, Gravataí, Porto Alegre, Cachoeirinha e na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ).

Delegados envolvidos na operação destacaram a importância da cooperação entre as delegacias para garantir a eficácia nas investigações e a rápida resposta aos crimes dolosos contra a vida. A operação faz parte de um esforço contínuo para responsabilizar criminosos e combater a criminalidade organizada.

 

Você pode gostar de ler também as seguintes notícias:

 

 

 

Comentários: