TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

👥 Comunidade / Gente

Restaurante Popular de Guaíba tem obras dentro do prazo e deve ser inaugurado em novembro, diz secretário Martello

Estrutura que ficará no anexo do edifício da Câmara de Vereadores teve obras iniciadas em setembro e deve ofertar 80 refeições por dia

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Restaurante Popular de Guaíba tem obras dentro do prazo e deve ser inaugurado em novembro, diz secretário Martello
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A cidade de Guaíba está em processo de receber um Restaurante Popular, que teve as obras iniciadas no mês de setembro. Na primeira semana de outubro a estrutura que ficará no anexo do edifício da Câmara de Vereadores foi visitada pela vice-prefeita Claudinha Jardim e pelo Secretário de Assistência Social, Douglas Martello, que nos informou ao GO detalhes do andamento.

Segundo o membro do executivo, a construção da obra do está dentro do prazo, e seu andamento está dentro das expectativas - a conclusão deve se dar no início de novembro. "Devido ao bom planejamento do programa realizado, não houve nenhum impasse devido ao Novo Coronavírus, cumprindo todas as etapas do roteiro de construção, para que o início de 2022 seja ofertado à população guaibense este serviço", informa.

Martello comentou que o objetivo é uma produção de 80 refeições ao dia, tem em vista a segurança alimentar. "O município pretende oferecer uma refeição de qualidade com 1300 calorias, dando uma boa condição de nutrição e saciedade. A intenção é que dentro da estrutura do restaurante haja um ponto de cadastramento para Cadastro Único, encaminhando, quando necessário, as pessoas para os projetos sociais".

Leia Também:

O Restaurante Popular é um projeto direcionado a municípios com mais de 100 mil habitantes, que oferece refeições nutricionalmente adequadas, a preços acessíveis, à população de baixa renda, vulnerabilizados socialmente e em situação de insegurança alimentar e nutricional; pessoas atendidas pelos programas sociais e da assistência. O programa deve ainda promover a alimentação adequada e saudável e a valorização dos hábitos alimentares regionais, tudo isso com um preço acessível. Qualquer cidadão pode ser beneficiário com a refeição. Contudo, a prioridade são os grupos populacionais específicos em situação de insegurança alimentar e nutricional e/ou vulnerabilidade social.

 

Comentários: