Guaíba Online

Você está preparado para as grandes mudanças? Ou tem medo do novo?

Autoridades adotam medidas pra manter economia ativa

Em das minhas colunas anteriores abordamos sobre o “Plano B” e a importância em se ter um em todos os campos de nossas vidas. Hoje, reforço esta necessidade de estarmos preparados para as mudanças, que estão agora em nosso cotidiano, meio social e global, por motivos aleatórios a nossa vontade, e impositivos pelo sistema ao qual vivemos. Com objetivo preventivo visando um bem comum e coletivo, somos obrigados a “parar”. E agora? Como ficará tudo? O que fazer?

Nós pegamos surpresos com demasiada situação. Várias perguntas pairando em nossas mentes, sem respostas imediatas como assim desejamos. Pois, somos muito imediatistas. Vem a pergunta: devemos manter nossos negócios abertos ou fechamos? Tomando todo o cuidado no sentido de preservar as vidas de nossos clientes, nossos familiares e de nós próprios. Este cuidado deveria ser sempre, não necessariamente devido a uma situação epidêmica, pois somos todos importantes para a engrenagem girar.

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Agora somos inundados por uma tsunami e obrigados a rever toda nossa trajetória, tomar medidas socioeconômicas palpáveis e concretas, e obrigatoriamente decidir o que é importante realizar, quais serão nossos próximos passos. Teremos dias duros, difíceis, porém serão menos penosos se cada um fizer sua parte, com cautela, paciência, entendimento, clareza e tendo atitude e cuidados para com todos a sua volta, principalmente na preservação da vida. Devemos lutar por nossos objetivos e propósitos de vida.

Medidas preventivas e de urgências estão sendo tomadas pelas autoridades máximas do país, para evitar o fechamento de micro e pequenas empresas. Por exemplo, como a isenção no período de três meses o pagamento de alguns impostos, bem como 50% de desconto para o grupo do simples nacional. Medidas estas para preservar e manter os empregos, e liberação de valor aos trabalhadores, para manter a economia ativa do pais.

Não se deixe abater pelo medo, ele virá com toda força, porém não se deixe dominar. Utilize este medo, para ser forte, enfrentar as adversidades que estão expostas a sua frente. O medo é um sentimento natural, porém ele não pode te dominar, pois te levará a tomar decisões erradas. Pare e pense, repense quantas vezes forem necessárias, até estar convicto e com aquela certeza que vem de dentro de ti, para tomar tal decisão e seguir em frente. Deus não dá a carga maior daquela que podemos carregar, isso pode ser considerado um ditado popular, porém é a mais pura verdade.

Leia também: O planejamento estratégico é essencial para ganhar competitividade no mercado em que atua

Tenha fé, acredite no teu potencial, acredite em você, acredite em dias melhores, tudo passa nesta vida e até essa tsunami também irá passar. Aproveite este momento, para rever seus conceitos, suas crenças limitantes, esteja aberto ao novo, se desprenda de conceitos que até então você tem como correto e certo, aprenda novos conceitos, leia livros, atualize-se em sua vida, busque novas rotinas, quebre os paradigmas, faça coisas que antes não fazia, de atenção a quem realmente precisa e é importante, na sua vida! Luz e Paz!

Oferecimento:
- Curso de Inglês do seu jeito é na Zawacki Academy
- Sua casa ainda não tem Fibra Óptica e Wi-Fi? Assine já na RS Internet
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores


  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Você está preparado para as grandes mudanças? Ou tem medo do novo?

Em das minhas colunas anteriores abordamos sobre o “Plano B” e a importância em se ter um em todos os campos de nossas vidas. Hoje, reforço esta necessidade de estarmos preparados para as mudanças, que estão agora em nosso cotidiano, meio social e global, por motivos aleatórios a nossa vontade, e impositivos pelo sistema ao qual vivemos. Com objetivo preventivo visando um bem comum e coletivo, somos obrigados a “parar”. E agora? Como ficará tudo? O que fazer?

Nós pegamos surpresos com demasiada situação. Várias perguntas pairando em nossas mentes, sem respostas imediatas como assim desejamos. Pois, somos muito imediatistas. Vem a pergunta: devemos manter nossos negócios abertos ou fechamos? Tomando todo o cuidado no sentido de preservar as vidas de nossos clientes, nossos familiares e de nós próprios. Este cuidado deveria ser sempre, não necessariamente devido a uma situação epidêmica, pois somos todos importantes para a engrenagem girar.

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Agora somos inundados por uma tsunami e obrigados a rever toda nossa trajetória, tomar medidas socioeconômicas palpáveis e concretas, e obrigatoriamente decidir o que é importante realizar, quais serão nossos próximos passos. Teremos dias duros, difíceis, porém serão menos penosos se cada um fizer sua parte, com cautela, paciência, entendimento, clareza e tendo atitude e cuidados para com todos a sua volta, principalmente na preservação da vida. Devemos lutar por nossos objetivos e propósitos de vida.

Medidas preventivas e de urgências estão sendo tomadas pelas autoridades máximas do país, para evitar o fechamento de micro e pequenas empresas. Por exemplo, como a isenção no período de três meses o pagamento de alguns impostos, bem como 50% de desconto para o grupo do simples nacional. Medidas estas para preservar e manter os empregos, e liberação de valor aos trabalhadores, para manter a economia ativa do pais.

Não se deixe abater pelo medo, ele virá com toda força, porém não se deixe dominar. Utilize este medo, para ser forte, enfrentar as adversidades que estão expostas a sua frente. O medo é um sentimento natural, porém ele não pode te dominar, pois te levará a tomar decisões erradas. Pare e pense, repense quantas vezes forem necessárias, até estar convicto e com aquela certeza que vem de dentro de ti, para tomar tal decisão e seguir em frente. Deus não dá a carga maior daquela que podemos carregar, isso pode ser considerado um ditado popular, porém é a mais pura verdade.

Leia também: O planejamento estratégico é essencial para ganhar competitividade no mercado em que atua

Tenha fé, acredite no teu potencial, acredite em você, acredite em dias melhores, tudo passa nesta vida e até essa tsunami também irá passar. Aproveite este momento, para rever seus conceitos, suas crenças limitantes, esteja aberto ao novo, se desprenda de conceitos que até então você tem como correto e certo, aprenda novos conceitos, leia livros, atualize-se em sua vida, busque novas rotinas, quebre os paradigmas, faça coisas que antes não fazia, de atenção a quem realmente precisa e é importante, na sua vida! Luz e Paz!

Oferecimento:
- Curso de Inglês do seu jeito é na Zawacki Academy
- Sua casa ainda não tem Fibra Óptica e Wi-Fi? Assine já na RS Internet
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores


Veja também

sample52
Vera Salbego - Crônicas
Vera Salbego - Crônicas

Como queria que tudo isso fosse apenas um sonho

sample52
Ledi Almeida - Negócios
Ledi Almeida - Negócios

Conheça as medidas que o Governo Federal adotou para minimizar os efeitos da crise

sample52
Mauro Garcia - Desenvolv. Humano
Mauro Garcia - Desenvolv. Humano

Fuja de discussões rasas; lute as batalhas que valem a pena

sample52
CELIG - Literatura
CELIG - Literatura

Michelle Azambuja: Nem todos morreram, alguns apenas vivem

Fale com a redação!

Envie sua informação, reclamação ou imagens para nossa redação