TVGO | Guaíba Online

Conheça a jovem de 17 anos de Eldorado do Sul que foi selecionada para realizar um curso na Nasa

🏘️ Cidades do RS

Conheça a jovem de 17 anos de Eldorado do Sul que foi selecionada para realizar um curso na Nasa

Isadora Stefanhak quer tornar-se Astrofísica, Astrobióloga ou estudar Engenharia Espacial

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A moradora de Eldorado do Sul, Isadora Stefanhak Costa Arantes, conquistou a aprovação em um curso promovido pela Nasa, nos Estados Unidos. O Advanced Space Academy é destinado a jovens de até 18 anos. O programa é uma espécie de imersão no treinamento dado a astronautas.

A estudante de 17 anos aprenderá, durante sete dias, noções mais profundas de engenharia aeroespacial e será instruída a montar os robôs exploratórios que andam na Lua, satélites entre outros. Isadora estuda no Colégio Cenecista Santa Bárbara, em Arroio dos Ratos. Ela contou ao portal GauchaZH que é  uma curiosa por natureza. "Minha expectativa está super alta, porque vou viver a rotina dos astronautas. Vou acordar super cedo para ter as aulas e almoçar com eles", conta a jovem.

- "No final do ano passado, achei essa seleção que a Nasa estava fazendo. O processo é rigoroso. Eles pediram três cartas em inglês, além disso, coloquei os projetos científicos que havia feito, os trabalhos voluntários que exerço e enviei dez cartas de recomendação. Chegou um momento em que eles não me deixavam mais anexar meus certificados na plataforma. Meu currículo chegou a 103 páginas", relatou Isadroa ao portal.

Leia também: Bancada do Novo quer investigar possível irregularidade em doação de terreno em Guaíba para o Inter

Entre os documentos anexados por Isadora estão: as duas medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, o primeiro lugar nas Olimpíadas de Ciências Exatas e as diversas participações na Jornada e na Mostra Brasileira de Foguetes, bem como nas competições nacionais de Matemática e Biologia. As aulas do curso, que acontecerão no Estado do Alabama e terão que ser custeadas pela família da estudante, tinham o início marcado para julho. Porém o curso foi postergado para 2021, em função da pandemia do coronavírus, mas sem data definida ainda.

Apesar da felicidade da conquista, ainda há insegurança por parte da estudante, pois não é possível projetar se, até a data de embarque, a entrada de brasileiros em solo estadunidense será permitida. Devido ao Brasil ter se tornado um dos epicentros da pandemia, esse trânsito está proibido desde maio.

Leia também: Patrimônio Imaterial de Guaíba, Reculuta da Canção Crioula é retomada em 2020 com edição virtual

 

 

FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Foto: Arquivo pessoal
Comentários: