Guaíba Online

Feminicídio acontece em posto de combustível em Guaíba; vítima tinha 25 anos

Suspeito é o ex-companheiro da vítima; homem fugiu do local após o crime

Uma mulher de 25 anos foi morta a facadas por um homem em um posto de combustíveis em Guaíba. O caso ocorreu no início da tarde desta terça-feira (23), no fim da avenida Castelo Branco próximo a empresa CMPC. A vítima foi atingida no tórax e morreu no local. Conforme a polícia, ela foi identificada como Jennifer Grabosky. Logo após agredir a mulher, o homem teria ferido a si mesmo com a faca, fugindo do local em uma moto. Foi o que testemunhas afirmaram aos policiais. Ele é ex-companheiro da vítima, segundo a delegada Karoline Calegari.

Leia também: Guaíba tem 9 casos positivos registrados nesta terça, total chega a 153 confirmados e 91 recuperados

A mulher era motorista de aplicativo e deixava um passageiro no posto no momento em que o homem entrou em seu carro. A delegada Karoline diz que já existe um pedido de medidas protetivas feito pela vítima recentemente e o caso será tratado como feminicídio. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou a moto na qual o suspeito fugiu na BR-290, próximo à ponte do Rio Jacuí. A Brigada Militar e a PRF realizam buscas na região.

Leia também: Coluna de Mauro Garcia > Para aproveitar o máximo que puder, tens que vivenciar o novo, o desconhecido e o que está por trás da cortina



  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Feminicídio acontece em posto de combustível em Guaíba; vítima tinha 25 anos

Uma mulher de 25 anos foi morta a facadas por um homem em um posto de combustíveis em Guaíba. O caso ocorreu no início da tarde desta terça-feira (23), no fim da avenida Castelo Branco próximo a empresa CMPC. A vítima foi atingida no tórax e morreu no local. Conforme a polícia, ela foi identificada como Jennifer Grabosky. Logo após agredir a mulher, o homem teria ferido a si mesmo com a faca, fugindo do local em uma moto. Foi o que testemunhas afirmaram aos policiais. Ele é ex-companheiro da vítima, segundo a delegada Karoline Calegari.

Leia também: Guaíba tem 9 casos positivos registrados nesta terça, total chega a 153 confirmados e 91 recuperados

A mulher era motorista de aplicativo e deixava um passageiro no posto no momento em que o homem entrou em seu carro. A delegada Karoline diz que já existe um pedido de medidas protetivas feito pela vítima recentemente e o caso será tratado como feminicídio. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou a moto na qual o suspeito fugiu na BR-290, próximo à ponte do Rio Jacuí. A Brigada Militar e a PRF realizam buscas na região.

Leia também: Coluna de Mauro Garcia > Para aproveitar o máximo que puder, tens que vivenciar o novo, o desconhecido e o que está por trás da cortina