TVGO | Guaíba Online

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

🏭 Economia e Negócios

Governo do RS anuncia publicação do edital do leilão da CEEE-T, braço de transmissão da companhia

Depois da publicação do edital da CEEE-T, será publicado o edital para venda do braço de geração da companhia, a CEEE-G

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Governo do RS anuncia publicação do edital do leilão da CEEE-T, braço de transmissão da companhia
Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em reunião na tarde desta quarta-feira (12/5), na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, uma comitiva do governo do Estado discutiu com representantes da instituição financeira o andamento de projetos de privatizações, parcerias público-privadas (PPPs) e concessões que estão sendo estudadas em conjunto.

A principal definição é que será lançado, ainda nesta quarta, o edital para o leilão da CEEE Transmissão (CEEE-T), cuja modelagem de privatização foi desenhada sob coordenação do BNDES. O leilão deve ser realizado no fim do mês de junho. Depois da publicação do edital da CEEE-T, será publicado o edital para venda do braço de geração da companhia, a CEEE-G. "O Rio Grande do Sul tem a maior carteira de projetos de PPPs, privatizações e concessões entre todos os Estados", afirmou o governador Eduardo Leite.

Além das privatizações das subsidiárias da CEEE, o governo atualizou o andamento de projetos como o Cais Mauá, as concessões de rodovias e as PPPs de presídios, da Corsan e de parques, entre outras iniciativas, como ativos imobiliários do Estado. Alguns dos projetos, como as concessões rodoviárias, estão em estágio avançado.

Leia Também:

Também estiveram presentes na reunião, além do presidente do BNDES, Gustavo Montezano, e outros representantes do banco, o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, e os secretários estaduais Marco Aurelio Cardoso (Fazenda), Luiz Henrique Viana (Meio Ambiente e Infraestrutura), e Leonardo Busatto (Parcerias).

 

 

Comentários: