Guaíba Online

Vacina contra gripe para idosos e profissionais da saúde começa na próxima segunda-feira

Há cronograma especial para postos de saúde sem sala de vacinação

Robson da Silveira/ PMPA

OUVIR NOTÍCIA

A vacina contra gripe começa na próxima segunda-feira (23) para idosos a partir dos 60 anos e profissionais de saúde. O Ministério da Saúde antecipou a campanha, que iniciava na segunda quinzena de abril, como estratégia de diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse inverno, por conta do coronavirús. Em Guaíba, estará à disposição em todas as unidades de saúde com sala de vacinação: Cohab, Vila Iolanda, Columbia City, Policlínica (atrás do Pronto-Atendimento), Centro e Nova Guaíba. O horário é das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para as unidades que não têm sala, foi elaborado um cronograma especial: no bairro Primavera (segundas e quartas) terão atendimento durante toda campanha e no Ipê até o dia 27; das Pedras Brancas de 30 de março até 3 de abril; e da São Jorge no período de 6 até 10 de abril. O horário é das 9h às 12h e das 13h às 16h.

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Os idosos acamados, com dificuldades de locomoção, poderão ser atendidos em casa por uma equipe da saúde. A indicação é para que o paciente ligue para as unidades onde são atendidos e marque o atendimento domiciliar.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mesmo que a vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a epidemia.

- A campanha acontecerá em âmbito nacional, como as anteriores. Vamos começar por gestantes, crianças até seis anos, puérperas e idosos. Depois, incluiremos outras categorias. Dessa forma, espera-se que o vírus tenha menor propagação. As influenzas A e B são mais comuns que o coronavírus e a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe diminui a situação endêmica dos vírus respiratórios no país, por isso é tão importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha procurem uma unidade de saúde - explicou em coletiva de imprensa.

Segundo a Prefeitura, para evitar aglomerações nas unidades de saúde, servidores estarão nos locais orientando a população.

 

Oferecimento:
- Abastecer, conveniência e tudo para seu carro no Posto da 20
- Rancho e cestas básicas é na Super Sacola Econômica
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Vacina contra gripe para idosos e profissionais da saúde começa na próxima segunda-feira

A vacina contra gripe começa na próxima segunda-feira (23) para idosos a partir dos 60 anos e profissionais de saúde. O Ministério da Saúde antecipou a campanha, que iniciava na segunda quinzena de abril, como estratégia de diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse inverno, por conta do coronavirús. Em Guaíba, estará à disposição em todas as unidades de saúde com sala de vacinação: Cohab, Vila Iolanda, Columbia City, Policlínica (atrás do Pronto-Atendimento), Centro e Nova Guaíba. O horário é das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para as unidades que não têm sala, foi elaborado um cronograma especial: no bairro Primavera (segundas e quartas) terão atendimento durante toda campanha e no Ipê até o dia 27; das Pedras Brancas de 30 de março até 3 de abril; e da São Jorge no período de 6 até 10 de abril. O horário é das 9h às 12h e das 13h às 16h.

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Os idosos acamados, com dificuldades de locomoção, poderão ser atendidos em casa por uma equipe da saúde. A indicação é para que o paciente ligue para as unidades onde são atendidos e marque o atendimento domiciliar.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mesmo que a vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a epidemia.

- A campanha acontecerá em âmbito nacional, como as anteriores. Vamos começar por gestantes, crianças até seis anos, puérperas e idosos. Depois, incluiremos outras categorias. Dessa forma, espera-se que o vírus tenha menor propagação. As influenzas A e B são mais comuns que o coronavírus e a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe diminui a situação endêmica dos vírus respiratórios no país, por isso é tão importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha procurem uma unidade de saúde - explicou em coletiva de imprensa.

Segundo a Prefeitura, para evitar aglomerações nas unidades de saúde, servidores estarão nos locais orientando a população.

 

Oferecimento:
- Abastecer, conveniência e tudo para seu carro no Posto da 20
- Rancho e cestas básicas é na Super Sacola Econômica
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores

Fale com a redação!

Envie sua informação, reclamação ou imagens para nossa redação