TVGO | Guaíba Online

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

🏭 Economia e Negócios

CMPC realiza almoço de abertura do Fórum da Liberdade

Edição deste ano contou com a presença de aproximadamente 400 lideranças.

Redação TVGO
Por Redação TVGO
CMPC realiza almoço de abertura do Fórum da Liberdade
Vinicius Dalla Rosa
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Entre os dias 13 e 14 de abril, acontece o Fórum da Liberdade 2023 na cidade de Porto Alegre. Para esse ano, a CMPC entrou como parceira do IEE na realização do almoço de lançamento oficial do evento, que ocorreu no dia 13 de abril ao meio-dia no Salão Nobre da Catedral Metropolitana.

 

O encontro - que teve como tema central a sustentabilidade - contou com a presença de aproximadamente 400 lideranças e uma palestra com o jornalista Leandro Narloch, que fez uma apresentação sobre como o tema pode ser abordado na gestão das organizações e falou sobre o projeto "Árvore do Futuro".

Leia Também:

Mauricio Harger, diretor-geral da CMPC no Brasil, destacou a importância da presença da companhia nesta edição do evento. “É com alegria que estamos juntos ao Fórum da Liberdade, um importante espaço de discussão sobre pautas fundamentais para as empresas e a sociedade”, afirma. “A temática que trazemos aqui para diálogo e provocação de nossos convidados é a sustentabilidade. Essa é uma pauta que norteia as decisões estratégicas dos principais líderes ao redor do mundo, que atuam orientados por metas arrojadas de cuidado com os recursos naturais e com o objetivo de reduzir os efeitos das mudanças climáticas”, completou.

A CMPC Brasil tem sua unidade industrial localizada em Guaíba, no Rio Grande do Sul, faz parte do grupo chileno CMPC e produz, por ano, cerca de 2 milhões de toneladas de celulose – matéria-prima biodegradável utilizada na fabricação de produtos de higiene pessoal (tissue), de embalagens e de vários outros itens presentes no cotidiano das pessoas. Maior indústria do estado, conforme o índice VPG (Valor Ponderado de Grandeza), a companhia é responsável pela criação de 45 mil empregos diretos, indiretos e induzidos na economia gaúcha, com 6,6 mil profissionais atuando em suas operações industriais, florestais e portuárias.

Leia também: Polícia faz operação contra grupo que traficava drogas e coagia moradores na Colina, em Guaíba

 

Comentários: