TVGO | Guaíba Online

Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

💉 Coronavírus

Guaíba confirma a 16ª morte por Covid-19 e registra 32 novos casos nesta sexta; total é de 490 positivos

São 282 pacientes recuperados e 1510 análises já realizadas na cidade

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Guaíba confirma a 16ª morte por Covid-19 e registra 32 novos casos nesta sexta; total é de 490 positivos
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Foram confirmados 32 novos de coronavírus em Guaíba nesta quinta-feira (23), aumentando o total de positivos para 490. Na mesma data foi confirmada a 16ª morte na cidade. Trata-se de um senhor, de 61 anos, com histórico de diabetes e doença cardiovascular crônica. O paciente faleceu no dia 20 de julho e a confirmação de que estava com coronavírus chegou nesta quinta.

Leia também: Dois dias após visitar novo hospital de Guaíba, Eduardo Leite tem resultado positivo para teste de Covid-19

Já foram realizadas 1510 análises e 282 pacientes estão recuperados do Covid-19 até o momento. Guaíba está na quinta semana consecutiva da bandeira vermelha do Distanciamento Controlado do RS. O destaque fica para a Região 1 (Cohab Santa Rita) que teve um grande aumento no número de casos, ultrapassando a marca de 100 registros.

Leia Também:

Dos pacientes que estão em recuperação nomemento, 180 se encontram em casa (isolamento domiciliar) e 12 estão internados em hospitais. Confira abaixo os bairros que fazem parte de cada uma das sete regiões e a incidência de casos em cada uma delas. Para acessar o decreto municipal que fecha parte do comércio clique aqui.

  • Região 1 (Cohab Santa Rita): 114 casos
  • Região 2 (Centro, Engenho, Parque 35, Cel. Nassuca, Ermo): 81 casos
  • Região 3 (Colina, Fátima, Shell, Altos da Alegria, Vila Iolanda): 88 casos
  • Região 4 (Alvorada, Alegria, Vila Elza, Florida): 51 casos
  • Região 5 (Bom Fim, Columbia City, Jardim dos Lagos, Pedras Brancas, Logradouro): 133 casos
  • Região 6 (São Jorge, Primavera, Passo Fundo): 23 casos

Leia também: Petrobras anuncia aumento do preço do gás de cozinha em 5% nas refinarias


Entenda como funciona o protocolo

Conforme o executivo, todos os postos de saúde contam com os testes rápidos realizados pelo município, porém é preciso respeitar protocolos para se realizar o teste, estabelecidos pelo próprio Ministério. Para realizar o teste, o paciente precisa estar na janela imunológica, ou seja, 10 dias depois dos primeiros sintomas ou 10 dias depois que esteve em contato com alguém que testou positivo. Além disso, só podem fazer o teste rápido cidadãos com mais de 50 anos de idade, profissionais da área da saúde, da segurança pública, equipes da assistência social, membros do conselho tutelar e familiares que residem com pacientes infectados.

 

Comentários: