Guaíba Online

Novo decreto de Guaíba restringe horários de mercados, restaurantes e transportes de passageiros

Cidade se encontra em situação de calamidade pública

Um novo decreto do prefeito José Sperotto, emitido nesta segunda-feira (23), restringiu o horário de mercados, restaurantes, transportes individuais de passageiros (táxi, Uber, Cabify e 99POP) e outros serviços em Guaíba. O documento altera aquele que colocara a cidade em situação de calamidade pública devido ao coronavírus. Estabelecimentos comerciais considerados não essenciais continuam fechados por 15 dias.

Entre outros setores que começam a ter limite de funcionamento são os de agroveterinárias, clínicas veterinárias, bancos, casas lotéricas, lojas de conveniência, borracharias e ferragens. Esse locais, como também os transportes por aplicativos, tem a liberação de atender somente no horário das 6h até as 20h.

Leia também: Vacina contra gripe para idosos e profissionais da saúde começa na próxima segunda-feira

Para Sperotto, além de regulamentar, o novo decreto esclarece algumas dúvidas em áreas de prestação de serviço na cidade.

- Não basta só o papel, que o mais importante é a responsabilidade de cada um de nós, que juntos vão fazer a diferença e combater esse vírus - enfatiza.

Os primeiros atendimentos em supermercados deverão preferencialmente para idosos a partir de 60 anos, que são considerados em alto risco de contágio da epidemia. A partir das 20h, o atendimentos desses locais, também de distribuições de gás, bares e restaurantes, só poderão funcionar via motoboys. Ainda foi inserido entre as excessões o comércio de auto-peças, que poderão funcionar somente com entregas em residências durante todo o dia. 

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Em vídeo nas redes sociais, Sperotto explicou que tem plano B ou C caso a situação piore na Guaíba, mas será somente divulgado caso precisar. A cidade ainda não tem nenhum caso confirmado da pandemia. Segundo boletim epidemológico, já houve 15 casos suspeitos na cidades, sendo oito já descartados e sete estão em análise.

 

Oferecimento:
- Abastecer, conveniência e tudo para seu carro no Posto da 20
- Rancho e cestas básicas é na Super Sacola Econômica
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Novo decreto de Guaíba restringe horários de mercados, restaurantes e transportes de passageiros

Um novo decreto do prefeito José Sperotto, emitido nesta segunda-feira (23), restringiu o horário de mercados, restaurantes, transportes individuais de passageiros (táxi, Uber, Cabify e 99POP) e outros serviços em Guaíba. O documento altera aquele que colocara a cidade em situação de calamidade pública devido ao coronavírus. Estabelecimentos comerciais considerados não essenciais continuam fechados por 15 dias.

Entre outros setores que começam a ter limite de funcionamento são os de agroveterinárias, clínicas veterinárias, bancos, casas lotéricas, lojas de conveniência, borracharias e ferragens. Esse locais, como também os transportes por aplicativos, tem a liberação de atender somente no horário das 6h até as 20h.

Leia também: Vacina contra gripe para idosos e profissionais da saúde começa na próxima segunda-feira

Para Sperotto, além de regulamentar, o novo decreto esclarece algumas dúvidas em áreas de prestação de serviço na cidade.

- Não basta só o papel, que o mais importante é a responsabilidade de cada um de nós, que juntos vão fazer a diferença e combater esse vírus - enfatiza.

Os primeiros atendimentos em supermercados deverão preferencialmente para idosos a partir de 60 anos, que são considerados em alto risco de contágio da epidemia. A partir das 20h, o atendimentos desses locais, também de distribuições de gás, bares e restaurantes, só poderão funcionar via motoboys. Ainda foi inserido entre as excessões o comércio de auto-peças, que poderão funcionar somente com entregas em residências durante todo o dia. 

Leia também: Prefeitura de Guaíba decreta situação de emergência em prevenção ao coronavírus

Em vídeo nas redes sociais, Sperotto explicou que tem plano B ou C caso a situação piore na Guaíba, mas será somente divulgado caso precisar. A cidade ainda não tem nenhum caso confirmado da pandemia. Segundo boletim epidemológico, já houve 15 casos suspeitos na cidades, sendo oito já descartados e sete estão em análise.

 

Oferecimento:
- Abastecer, conveniência e tudo para seu carro no Posto da 20
- Rancho e cestas básicas é na Super Sacola Econômica
- Anuncie no Guaíba Online e leve sua marca para milhares de leitores