TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

🚔 Segurança e Polícia

Políticos e servidores de Eldorado do Sul e Barra do Ribeiro são suspeitos de desviar doações

Agentes públicos de outras três cidades gaúchas também estão sendo investigados

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Políticos e servidores de Eldorado do Sul e Barra do Ribeiro são suspeitos de desviar doações
Divulgação - MPRS
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

As fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul no final de abril e ao longo do mês de maio causaram estragos e deixaram milhares de pessoas desabrigadas. Em meio à comoção social e à mobilização para auxiliar os atingidos, surgem denúncias de desvio de doações em diversas cidades do Rio Grande do Sul, incluindo Eldorado do Sul e Barra do Ribeiro.

Eldorado do Sul

Em Eldorado do Sul, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) realizou buscas para investigar desvios de donativos. Três pessoas ligadas à Defesa Civil municipal estão sob investigação e foram afastadas de suas funções. Entre os suspeitos, estão Gelson Antunes Santos e João Carlos Ferreira, ambos secretários municipais e pré-candidatos nas próximas eleições.

Leia Também:

Santos, ex-secretário da Educação e pastor evangélico, é suspeito de direcionar a entrega de donativos. Ele alega que os itens encontrados em sua residência eram destinados à sua enteada, que teve a casa inundada. Ferreira, secretário de Habitação, também é suspeito, mas afirma não entender a razão da investigação e atribui as acusações a fofocas de opositores políticos, tendo decidido abandonar sua candidatura. O terceiro investigado é um servidor da Defesa Civil.

Barra do Ribeiro

Em Barra do Ribeiro, o Gaeco investiga três pessoas por suposto desvio de suprimentos enviados pela Defesa Civil estadual. Os donativos foram entregues a uma entidade cultural. Um dos investigados é o vereador Juliano da Silva Duarte, pré-candidato à reeleição, que teria participado na entrega das doações. Há suspeitas de que parte do material tenha sido destinada a pessoas não afetadas pela enchente.

No dia 23 de maio, a operação incluiu buscas no local onde os donativos estavam armazenados e nas residências de dois suspeitos. Duarte afirmou que atuou na entidade cultural apenas como voluntário e que distribuiu donativos apenas a pessoas afetadas pela enchente.

Estas ações refletem os esforços das autoridades em garantir que os donativos cheguem corretamente aos necessitados, diante da maior enchente já registrada no Rio Grande do Sul.

Outras cidades gaúchas também estão sob investigação por desvio de doações:

Alvorada: 11 investigados, incluindo o vice-prefeito.
Cachoeirinha: Pelo menos 5 investigados, incluindo o prefeito.
Palmares do Sul: 5 investigados, incluindo um vereador.

De acordo com o Ministério Público e a Polícia Civil, as investigações ainda estão em andamento e ainda não há conclusões a respeito das denúncias.

Você pode gostar de ler também as seguintes notícias:

 

Comentários: