TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

Geral

Comunicar nunca foi tão fácil ao ponto que ser compreendido nunca foi tão difícil

Na internet, se sua visão não é a minha visão, ela ofende

Elivelto Corrêa - Opinião
Por Elivelto Corrêa - Opinião
Comunicar nunca foi tão fácil ao ponto que ser compreendido nunca foi tão difícil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Talvez você não saiba, mas vivemos um momento histórico. Daqui a algumas centenas de anos (Se chegarmos lá. Não estou certo de que conseguiremos.) as pessoas aprenderão sobre este momento como o grande “boom” da comunicação, quando a internet e as tecnologias possibilitaram que qualquer um pudesse compartilhar livremente seus pensamentos com o mundo. Como efeito colateral, a gente voltou a discutir temas que, imaginávamos, já eram consenso. E o mais grave: descobriu que opiniões não consensuais mais triviais podem despertar antipatia ou até ira em outras pessoas.


Parece que discordar educadamente é coisa para reuniões presenciais, mesas de bar e jantares de família (nem sempre). Na internet é preciso mais: é preciso desmentir a pessoa, descreditar suas fontes, desmaracarar seus ídolos, ridicularizar suas certezas e destroná-la das próprias verdades. Verdades alheias não servem. Culturas alheias não prestam. Religiões alheias são um erro. E se a sua visão não é a minha visão, ela ofende.


Creio que mesmo antes da internet as pessoas tinham uma ideia do quanto eram diferentes; mas só a internet trouxe a experiência de como as diferenças se comportam ao tentar dividir o mesmo espaço, mesmo que virtual: elas se degladiam. 

Leia Também:


Porém, mesmo com os olhos vermelhos de raiva e punhos cerrados, prontos para defender nossos posicionamentos, precisamos aceitar que a pluralidade da vida e sua diversidade vão sempre produzir a diferença. Não haverá concordância total. Não haverá unanimidade. A revolução tecnológica nas comunicações está aí, mas infelizmente veio sozinha. Pois a mesma revolução no nível humano ainda não aconteceu. Aguardemos! 

Comentários:
Elivelto Corrêa - Opinião

Publicado por:

Elivelto Corrêa - Opinião

Saiba Mais