Guaíba Online

MENU
Logo
Quinta, 22 de abril de 2021

🚔 Segurança e Polícia

Com ordens judiciais em Guaíba e Camaquã, operação policial combate crimes de roubos a bancos no RS

Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão e quatro de prisões preventivas; três suspeitos foram presos e um é considerado foragido

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para Feedback/h5>
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Civil, em ação conjunta com a Brigada Militar, deflagrou uma operação policial com finalidade de prevenir e reprimir a prática de crimes de roubos a estabelecimentos bancários, no Estado do Rio Grande do Sul. Os cumprimentos das 14 ordens judiciais foram realizados nas cidades de Porto Alegre, Guaíba, Canoas, Camaquã e na Praia do Camacho no Estado de Santa Catarina, sendo dez mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisões preventivas. Três dos suspeitos foram presos preventivamente e um dos suspeitos segue foragido.

..

As ações operacionais, realizadas nesta terça-feira (30), decorrem da integração e da união de esforços entre ambas as Instituições da segurança pública com as suas respectivas operações: Operação Sapatinho da Polícia Civil, investigação da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, e Operação Angico, trabalho da Agência Central de Inteligência da Brigada Militar. Ambas com o mesmo objetivo a captura de foragidos por crimes contra instituições bancários e afins, bem como a descoberta de autoria de fatos ocorridos no RS.

As cautelares em questão decorrem das investigações desenvolvidas em virtude da prática de 3 (três) fatos distintos:

  • Roubo a Estabelecimento Bancário - Tentativa - 05/11/2020 - Banco Banrisul - Avenida Padre Claret, 1104, Esteio/RS
  • Roubo a Estabelecimento Bancário - Tentado - 10/12/2020 - Banco Santander - Avenida Farrapos, 2250, Porto Alegre/RS
  • Roubo a Estabelecimento Bancário - Tentativa - 21/01/2021  Banco Santander - Avenida São Pedro, 862, Porto Alegre/RS

.

Ao todo, participaram cerca de 90 policiais, de ambas as Instituições com apoio das Delegacias de Repressão a Roubos de Veículos (DRV/DEIC), Repressão a Roubos de Cargas (DFRC/DEIC), Capturas (DECAP/DEIC), 1° e 2° DECOR / DEIC, DEMA/DEIC, DRLD/DEIC e pela Coordenadoria de Recursos Especiais ( CORE), enquanto que pela Brigada Militar as ações operacionais foram executadas pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE).

A operação contou com o apoio da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina da região de Jaguaruna. Maiores informações podem ser obtidas com a 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos. Disque-denúncia: 0800-510 2828

 


.
.
.
...

Fonte/Créditos: Ascom PCRS

Créditos (Imagem de capa): Polícia Civil/DCS

Comentários: