TVGO | Guaíba Online

Domingo, 21 de Julho de 2024

🏥 Saúde

Nordeste lidera envio de voluntários do SUS durante enchente no RS segundo Ministério da Saúde

Mais de 360 profissionais de saúde de diversas regiões do país integram a Força Nacional do SUS

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Nordeste lidera envio de voluntários do SUS durante enchente no RS segundo Ministério da Saúde
Matheus Brasil - MS
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) enviou 364 profissionais de saúde para auxiliar os atingidos pelas enchentes no Rio Grande do Sul em maio, conforme dados do Ministério da Saúde. A Região Nordeste foi a que mais enviou voluntários, com 121 profissionais, representando 33,2% do total. Os profissionais de saúde são oriundos de oito estados nordestinos.

Atualmente, cerca de 150 voluntários ainda estão atuando no Rio Grande do Sul. Na sexta-feira (07), mais 88 profissionais, incluindo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes sociais, serão enviados para reforçar os atendimentos.

Distribuição dos voluntários por região:

Leia Também:

  • Norte: 11 profissionais (Pará: 4, Roraima: 3, Tocantins: 2, Amazonas: 1, Acre: 1)
  • Nordeste: 121 profissionais (Bahia: 36, Sergipe: 27, Rio Grande do Norte: 13, Pernambuco: 12, Paraíba: 11, Ceará: 9, Alagoas: 8, Maranhão: 3, Piauí: 2)
  • Centro-Oeste: 54 profissionais (Distrito Federal: 40, Goiás: 10, Mato Grosso do Sul: 3, Mato Grosso: 1)
  • Sudeste: 62 profissionais (São Paulo: 31, Minas Gerais: 24, Rio de Janeiro: 5, Espírito Santo: 2)
  • Sul: 116 profissionais (Rio Grande do Sul: 92, Paraná: 14, Santa Catarina: 10)

Márcio Garcia, diretor do departamento de emergência em saúde pública do Ministério da Saúde, destacou a dedicação dos profissionais do SUS. Segundo ele, a equipe multiprofissional da Força Nacional do SUS possui experiência mínima de cinco anos em assistência, o que permite realizar atendimentos além da emergência, incluindo cuidados com doenças crônicas e apoio psicossocial.

A Força Nacional do SUS já realizou mais de 9,4 mil atendimentos no Rio Grande do Sul, abrangendo primeiros socorros, atendimentos de rotina e tratamento de doenças decorrentes das enchentes, como leptospirose. Além disso, os profissionais atuaram em resgates e atendimentos emergenciais, sendo que mais de 77 mil pessoas foram resgatadas até o momento.

As equipes também oferecem atendimento móvel e suporte em aldeias indígenas, com mais de 300 atendimentos realizados no estado. A assistência é prestada nos quatro hospitais de campanha do Ministério da Saúde, localizados em Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

A Força Nacional do SUS foi criada após a tragédia na região serrana do Rio de Janeiro em 2011 e atualmente conta com mais de 70 mil profissionais de saúde cadastrados. Para integrar a FN-SUS, é necessário ter vínculo público municipal, estadual ou federal.

 

Leia mais:

 

 

Comentários: