TVGO | Guaíba Online

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024

🌐 Internacional

Novo julgamento de enfermeira de 34 anos revisa acusação de tentativa de homicídio da oitava vítima

Ela já foi considerada culpada em outros sete assassinatos

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Novo julgamento de enfermeira de 34 anos revisa acusação de tentativa de homicídio da oitava vítima
Reprodução - Polícia de Cheshire
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A ex-enfermeira Lucy Letby, de 34 anos, retornou a julgamento nesta quarta-feira (12), acusada de tentativa de homicídio de uma recém-nascida, conhecida no tribunal como "Baby K", em fevereiro de 2016. O caso está sendo revisado após um julgamento anterior, onde Letby foi condenada por matar sete bebês e tentar assassinar outros seis na unidade neonatal do hospital no noroeste da Inglaterra entre 2015 e 2016.

Durante a abertura do julgamento, o promotor Nick Johnson afirmou que Letby foi surpreendida em flagrante por um consultor sênior, Ravi Jayaram, ao perceber uma queda nos níveis de oxigênio da bebê. Jayaram entrou na unidade e observou Letby ao lado da criança, que estava conectada a um respirador e monitorada por um sistema que alertava sobre alterações nos níveis de oxigênio.

O promotor destacou que os alarmes não foram acionados, e Letby não estava tomando nenhuma medida para reverter a situação, sugerindo que ela havia removido o tubo de respiração da bebê.

Leia Também:

O julgamento anterior não havia chegado a um veredicto sobre a tentativa de homicídio de "Baby K", o que levou à reabertura do caso. Letby nega a acusação de tentativa de homicídio.

O advogado de defesa, Ben Myers, argumentou que as condenações anteriores não provam esta acusação específica e que as evidências não sustentam as alegações feitas pela acusação.

Você pode gostar de ler também as seguintes notícias:

 

 

FONTE/CRÉDITOS: Contém informações do Jornal O Globo
Comentários: