TVGO | Guaíba Online

Domingo, 21 de Julho de 2024

Geral

A felicidade existe em coisas que você ignora por serem muito presentes

Ela deveria ser como mel, assim ao falar dela a boca já ficaria doce

Elivelto Corrêa - Opinião
Por Elivelto Corrêa - Opinião
A felicidade existe em coisas que você ignora por serem muito presentes
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A felicidade deveria ser como o mel, assim ao falar "felicidade" a boca já ficaria doce. Eu sei o que é a felicidade pois estivemos juntos ontem, enquanto eu ouvia música e anteontem ao pedalar contra o vento. Eu estive com ela enquanto bebia com os amigos e, no abraço deles, ela me abraçava. Eu tive felicidade, sincera, fugaz e repetidamente. Percebi que a felicidade é maior se não tento entendê-la e não a quero capturar, catalogar e prender seca com alfinetes num mural: a felicidade é uma borboleta sem nome científico.

Toda vez que buscamos o sentido da felicidade ela foge, mágica e arisca como um unicórnio, um bicho que nem existe! Aprendemos que ela depende de fatores, ações, reações, resultados! Temos certa visão de como ela deva ser, então a concebemos só dentro desse parâmetro. E nossos moldes são tão sólidos que não aceitam qualquer forma.

Muita felicidade passou sem ficar, pois não coube no nosso gabarito. Ou porque, embora fosse felicidade e soubéssemos, não era a que buscávamos: não servia! Deixamos de gozar a que existiu para focar em uma outra, idealizada, que sabe-se lá se existe. Assim, para nós, a felicidade não será o corpo presente e sim um espírito vago no bosque das insatisfações. Irreal e fantasmagórica!

Há sempre um certo nó na alma quando pensamos em felicidade. Algum pesar por algo que abrimos ou abriremos mão. Algum sacrifício que julgamos necessário para merecê-la. Somos tão acostumados com os conceitos de conquista e vitória, mérito e reconhecimento, superação, que não pensamos que talvez a felicidade seja uma coisa para todo mundo: inclusive para quem não se sacrifica por ela. O mel adoça qualquer boca, mas qual se sacia com um sabor simples?

Se há algo aí na sua boca, na sua janela, no seu rádio, no seu olhar, na sua vida… esteja atento para perceber se tal coisa, ignorada por ser acessível, já não é a felicidade, gratuita e plena. Prove-a!


Compartilhe e comente
Oferecimento:
- O melhor preço é na REDE Atacadão dos Móveis Guaíba
- Faça seu rancho hoje na Super Sacola Econômica

Comentários:
Elivelto Corrêa - Opinião

Publicado por:

Elivelto Corrêa - Opinião

Saiba Mais