TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

Geral

Brasil tem aproximadamente 24 milhões de mulheres empreendedoras, mostra o Sebrae

Nesta terça-feira (19) foi o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino

Ledi Almeida - Negócios
Por Ledi Almeida - Negócios
Brasil tem aproximadamente 24 milhões de mulheres empreendedoras, mostra o Sebrae
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Na última terça-feira (19) foi comemorado o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. Uma pesquisa, conduzida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), mostra que o país tem aproximadamente 24 milhões de mulheres empreendedoras. Mas a maioria ainda enfrenta grandes desafios para ganhar credibilidade e ter uma posição de destaque em muitas empresas, e até mesmo em sua vida empreendedora.

A Organização das Nações Unidas (ONU) criou esta data em 2014, com objetivo de incentivar e valorizar as mulheres empreendedoras. Existe um dado que, se a gente só incentivasse a presença da mulher no mercado de trabalho sendo empreendendo ou não, seriam injetados na economia do Brasil 382 bilhões de reais, sendo um número bem significativo. Ações como esta, realmente visam promover ainda mais e difundir esta ideia.

Quando falamos em empreendedorismo visamos muito o negócio, visar lucro, porém não é bem assim. Pensamos que empreender é criar tua própria empresa ou indústria. Porém, existem várias formas de empreender como inclusive na nossa própria carreira.

Leia Também:

Sempre falo que toda a pessoa é um empreendedor nato. Você pode definir estratégicas de para onde quer chegar? Como você quer chegar? Realizar empreendedorismo social, voltado para causas sociais, que podem ser com fins lucrativos ou não, tendo várias formas de empreender na sociedade. Você pode resolver problemas reais, agregando valor para algum cliente final, e não necessariamente o cliente pode te remunerar financeiramente por este trabalho.

Existe também a área de empreendedorismo sustentável, que também é chamado “empreendedorismo orientado à sustentabilidade”, que está muito em voga hoje no mundo. Demonstra preocupação com o meio ambiente. Basicamente, o empreendedorismos sustentável caracteriza uma modalidade de negócios em que a geração de lucro é combinada ao desenvolvimento responsável do meio social e ambiental. São empresas que adotam medidas que não prejudicam os ecossistemas, demonstram preocupação com os fatores socioambientais tanto com o sucesso de seu negócio. Então, toda a vez que nós criamos uma solução, para resolver um problema, ou situação nós estamos empreendendo. Isso pode ser um empreendedorismo nos fazendo parte de uma empresa como colaborador ou criando o próprio negócio.

O Sebrae destaca também que atualmente no Brasil 9,3 milhões de mulheres estão no comando de uma empresa, representando 34% de todos os donos de negócios do país. Podemos dizer que a participação das mulheres na vida econômica brasileira aumenta consideravelmente a cada ano. Cada vez mais mulheres buscam empreender, pois muitas delas querem uma atividade rentável que possa ser construída de forma autônoma e independente, tornando visível a sua atuação em várias áreas de negócios.

Em nossa região podemos destacar várias empresas sendo gerido por mulheres, principalmente na área de vendas, comércio, fotografia, estéticas, alimentação, serviços, etc. Destacamos também a criação de grupos específicos nas redes sociais facebook, como: “Gurias Empreendedoras”, criado por minha amiga e parceira Silene Boneberg que é empresária; o grupo “Palavra de Mulher”, criado por minha amiga e também parceira Elliane Mendá; e eu mesma tive a honra de criar o “Núcleo da Mulher Empreendedora” da ACIGUA (Associação Comercial Industrial e de Serviços de Guaíba), cujo objetivo visa inspirar, incentivar, desenvolver, treinar e capacitar em assuntos que muitas vezes não fomos treinadas para isso. Como atitude empreendedora, finanças, marketing digital, comunicação, empreendedorismo e maturidade. Criar parcerias, trocar experiências, fomentar negócios ou a própria carreira também é uma forma de empreendedorismo.

Eu posso lhe dizer que sou empreendedora nata, empreendedorismos corre na veia, pois muito viajei realizando auditorias e implantando sistemas de gestão da qualidade nas empresas. Faço palestras, cursos, treinamentos e cerimonial. Estou diretora de eventos da ACIGUA a frente dos eventos desta entidade, participo ativamente de vários Conselhos em nosso município de Guaíba, recoloco pessoas no mercado de trabalho – atividade de coach em pessoas e estou com meu programa "Ledi Almeida" totalmente com produção independente (aguardem novidades).

Além de toda terça-feira contribuir com uma fala num programa de rádio “Fala Cidade – Juntos Fazemos o Bem”, e toda quarta-feira ter a grata e imensa satisfação de poder contribuir com minha fala aqui no Guaíba Online, e outras atividades que realizo, pois visionária e me considero “gente que faz”, deixarei meu legado, pois tenho meu propósito de vida muito bem definido e claro.

Penso que fomentar o empreendedorismo feminino é fundamental para a independência e o protagonismo da mulher. Nós brasileiras somos empreendedoras por natureza, os dados estatísticos mostram isso. Em um país com tamanha representatividade de mulheres nos negócios, é nosso papel enquanto formadores de opinião,estimular ainda mais que acreditem em seus potenciais, se profissionalizem, e sejam autoras de suas próprias histórias.

 

Oferecimento:
- Faça seu rancho hoje na Super Sacola Econômica
- Venha realizar a viagem dos seus sonhos na Duo Viagens


Comentários:
Ledi Almeida - Negócios

Publicado por:

Ledi Almeida - Negócios

Saiba Mais