TVGO | Guaíba Online

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Geral

Como usar as palavras? Elas têm poder tanto para destruir quanto para edificar

Nossas palavras são como sementes, se forem boas darão bons frutos

Luisa e Débora
Por Luisa e Débora
Como usar as palavras? Elas têm poder tanto para destruir quanto para edificar
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Certa vez, uma jovem foi até um sábio para confessar seus pecados.Ele já conhecia muito bem uma das suas falhas. Não que ela fosse má, mas costumava falar dos amigos, dos conhecidos, deduzindo histórias sobre eles. Essas histórias passavam de boca em boca e acabavam fazendo mal - sem nenhum proveito para ninguém. O sábio disse:

- Minha filha você age mal falando dos outros; tenho que lhe dar um dever. Você deverá comprar uma galinha no mercado e depois caminhar para fora da cidade. Enquanto for andando, deverá arrancar as penas e ir espalhando-as. Não pare até ter depenado completamente a ave. Quando tiver feito isso, volte e me conte.

Ela pensou como os seus botões que era mesmo um dever muito singular! Mas não objetou. Comprou a galinha, saiu da caminhando e arrancando as penas, como ele dissera. Depois voltou e contou ao sábio.

Leia Também:

- Minha filha - disse o sábio - você completou a primeira parte do dever. Agora vem o resto.

- Sim senhor, o que é?

- Você deve voltar pelo mesmo caminho e catar todas as penas.

- Mas senhor é impossível! Há esta hora o vento já as espalhou por todas as direções. Posso até conseguir algumas, mas não todas!

- É verdade, minha filha. E não é isso mesmo que acontece com as palavras tolas que você deixa sair? Não é verdade que você inventa histórias que vão sendo espalhadas por aí, de boca em boca, até ficarem fora do seu alcance? Será que você conseguiria segui-las e cancela-las se desejasse?

- Não, senhor.

- Então, minha filha, quando você sentir vontade de dizer coisas indelicadas sobre seus amigos, feche os lábios. Não espalhe essas penas, pequenas e maldosas, pelo seu caminho. Elas ferem, magoam, e te afastam do principal objetivo da vida que é ter amigos e ser feliz!

A Bíblia diz em Salmos 19:14: “Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu”.

As palavras são tão poderosas que às vezes é melhor usar o silêncio, em Provérbios 13:3: “O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína”.

Nossas palavras são como sementes, se forem boas darão bons frutos, se forem más gerarão maus frutos, muitas vezes não temos ideia do poder das palavras, com elas podemos edificar ou destruir, sonhos e até vidas.

Com essa mensagem desejamos uma feliz e abençoada semana e sugerimos que encaminhe essa mensagem para outras pessoas e que possamos estar compartilhando boas mensagens e sorrisos ao invés de “más sementes”.

Com carinho, Débora e Luisa.

Veiculação de conteúdo: Guaíba Online não responde ou emite juízo de valor sobre a opinião de seus colunistas. Os colaboradores são autores independentes convidados pelo portal. As visões de colunistas podem não refletir necessariamente as mesmas da plataforma Guaíba Online.

Comentários:
Luisa e Débora

Publicado por:

Luisa e Débora

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais