TVGO | Guaíba Online

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Geral

Gestão comportamental: entenda como ela impacta sua empresa

É uma forma estratégica e inteligente de gerenciar pessoas

Ledi Almeida - Negócios
Por Ledi Almeida - Negócios
Gestão comportamental: entenda como ela impacta sua empresa
pexels.com
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Você já parou para refletir como é realizada a gestão comportamental dentro de sua organização?

Por muitos anos, o capital humano foi desvalorizado nas empresas e os profissionais eram considerados apenas componentes facilmente substituíveis para o negócio. Esse pensamento foi alterando com o tempo, e a gestão comportamental pautada nos perfis comportamentais, faz parte dessa revolução. Infelizmente em pleno século XXI ainda existem empresas, que não estão abertas para este formato de gestão, não está preocupada com o seu capital humano.

A gestão comportamental surge como um meio de fazer a gestão de pessoas de uma forma mais estratégica e inteligente. O perfil comportamental de cada profissional é usado como ponto de partida, para a montagem de times mais fortes e adequados, com potencial produtivo otimizado e muito mais coeso.

Leia Também:

Mas, afinal o que é gestão comportamental? A gestão comportamental é uma maneira de fazer a  gestão de pessoas com foco em seus perfis comportamentais. Essa vertente surgiu em 1950, quando os estudiosos Maslow e Herzberg desenvolveram teorias sobre motivação, objetivos e comportamento humano. As descobertas desses autores abriram uma visão diferenciada sobre a forma como as pessoas reagem às diferentes situações do cotidiano.

Com isso á área de RH – Recursos Humanos deixou de ser um setor de suporte, para assumir um papel de protagonismo no sucesso da empresa. A gestão comportamental possibilita uma definição de cargos mais precisa, além de propiciar um processo seletivo mais eficaz. As necessidades do negócio são aliadas às principais características dos profissionais e isso cria uma relação que beneficia ambos os lados.

Leia também: Empreendedorismo em 2020: a hora de abrir seu negócio chegou; mas como fazer?

Adotar a gestão comportamental em uma organização é um processo que demanda muita atenção e estudo, para obter o resultado esperado. Fazer um teste de perfil comportamental ajuda a encontrar as competências socioemocionais de todos os colaboradores, onde a empresa terá em mãos dados consistentes do perfil de cada pessoa, como elas reagem aos diferentes estímulos e o que elas têm de pontos fortes e deficientes que necessitam de melhorias, tais como: o perfil comportamental analista, comunicador, planejador e executor.

O entendimento dessas características de cada perfil é fundamental, para traçar as estratégias certas na gestão comportamental, pelo RH – Recursos Humanos, que hoje chamamos área de Gestão de Pessoas. Tornando fundamental também, pois impacta diretamente positivamente ou negativamente nos resultados da empresa. O equilíbrio é chave para o sucesso da gestão de pessoas. Ao compreendes os perfis comportamentais dos colaboradores, fica mais fácil montar times mais sinérgicos e completos. AS dificuldades de uns serão suplementadas pelas facilidades de outros e, juntos serão mais eficientes em seus desafios.

Não adianta ter um time de vendedores puramente de executores e comunicadores. Alguém mais analítico e centrado precisa ajudar o time a ser mais organizado e focado nos objetivos do negócio. É uma questão de estabelecer uma combinação estratégica de perfis.

Agora, porque a gestão comportamental pode melhorar os resultados de sua organização? Porque ela atua de forma mais estratégica do que a tradicional. Isso torna mais relevante e gera resultados melhores e mais precisos para o negócio. Os processos seletivos se tornam mais precisos e eficientes. Tudo começa no recrutamento e seleção dos profissionais que entrarão na empresa. As vagas são definidas com maior precisão, com base em dados tangíveis. Os candidatos são avaliados da mesma forma, mantendo a coesão do processo e proporcionando uma escolha mais inteligente dos melhores profissionais.

O que os empresários e gestores precisam saber para entender a importância dessa abordagem? E quais são os benefícios reais e tangíveis que se gera na implantação deste sistema de gestão comportamental. A lista é bastante extensa, vou focar nos itens de maior relevância do ponto de vista estratégico da empresa no mercado. Os benefícios reais e tangíveis são: melhora o clima organizacional – determina a satisfação dos colaboradores com seu ambiente de trabalho tornando um ambiente mais colaborativo; permite um alinhamento da gestão com a cultura organizacional – esta ligada diretamente com o comportamento dos colaboradores. Pois uma cultura forte gera satisfação e motivação, que consequentemente, gera engajamento e aumento de produtividade; reduz o turnover – o grande probelam que ocorre em empresas que não fazem gestão comportamental é que elas contratam (admitem) pelo currículo e desligam (demitem) pelo comportamento.

È importante salientar que qualidades técnicas não são mais suficientes para manter um colaborador no time e isso aumenta o turnover (rotavidade de pessoas dentro da empresa); economiza recursos – processos seletivos custam dinheiro e rescisões podem custar ainda mais. Reflita no quanto de esforços, tempo, investimentos financeiros são desperdiçados quando uma pessoa inadequada é contratada. Se a demissão vier dentro de seis meses, é como se todo o trabalho desenvolvido nesse tempo fosse jogado fora.

Por fim, o papel da gestão comportamental nisso tudo é promover o conhecimento mais detalhado de cada um e como isso interfere no todo da organização. Desde a aquisição/contratação de talentos humanos mais adequados aos valores da organização até o desenvolvimento de ações efetivas, para reter estes talentos, com foco direcionado, para as necessidades reais das pessoas.

Com a ajuda da identificação dos perfis comportamentais, fica mais fácil compreender a demanda de cada equipe e encaixá-la nos requisitos do processo de recrutamento e seleção. Aliam-se as qualidades técnicas com a cultural das pessoas, tornando as chances de se frustrar de um dos lados mínimo.

Leia também: O planejamento estratégico é essencial para ganhar competitividade no mercado em que atua

No dia a dia, as avaliações de desempenho ajudam a manter os profissionais motivados, de acordo com seus perfis comportamentais e resultados apresentados. As empresas podem ofertar cursos e treinamentos para capacitação focados nas melhorias mais relevantes, que aliem as demandas da empresa focada nas melhorias mais relevantes, que aliem as demandas da empresa e dos colaboradores.

Você pode perceber que a gestão comportamental traz benefícios para toda a empresa e não apenas para o RH. Adotando este sistema ela empodera a área de gestão de pessoas, tornando-a mais estratégica conseguindo desta forma contribuir de forma mais efetiva, para o crescimento da organização. Podemos dizer que esta é uma das forma mais inteligente e eficiente de ter colaboradores satisfeitos e motivados e ainda promover o crescimento do negócio!

 

Oferecimento:
- Venha conhecer e abastecer no novo Posto da 20
- Assine já Fibra Óptica em Guaíba com a RS Internet
- Faça seu rancho hoje naSuper Sacola Econômica 

Comentários:
Ledi Almeida - Negócios

Publicado por:

Ledi Almeida - Negócios

Saiba Mais