TVGO | Guaíba Online

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024

🏥 Saúde

Anvisa aprova projeto-piloto de bula digital para medicamentos no Brasil

QR Code nas embalagens permitirá acesso facilitado a informações adicionais

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Anvisa aprova projeto-piloto de bula digital para medicamentos no Brasil
Marcello Casal Jr - Agência Brasil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou na quarta-feira (10) um projeto-piloto para introduzir a bula digital de medicamentos no país. A iniciativa incluirá um código de barras bidimensional (QR Code) em embalagens específicas, visando facilitar a consulta rápida de informações.

Este projeto terá validade até 31 de dezembro de 2026 e servirá como base para a eventual regulamentação definitiva da bula digital, conforme anunciado pela Anvisa. Durante este período, serão coletados dados que auxiliarão na formulação das diretrizes futuras.

Leia Também:

O relator diretor Daniel Pereira destacou que a proposta representa um avanço rumo à modernização do setor de saúde, alinhando-se às tendências globais de transformação digital.

O QR Code não apenas direcionará os usuários para a bula digital do medicamento, mas também possibilitará o acesso a conteúdos adicionais, como vídeos e instruções complementares para uso adequado do remédio.

Inicialmente, a bula digital será implementada em embalagens de amostras grátis, medicamentos destinados a estabelecimentos de saúde (excluindo farmácias e drogarias), Medicamentos Isentos de Prescrição (MIP) comercializados em embalagens múltiplas, e medicamentos governamentais.

A Anvisa reforçou que, mesmo com a adoção da bula digital, as bulas impressas continuarão disponíveis mediante solicitação de pacientes ou profissionais de saúde. A norma também estabelece que os estabelecimentos devem informar aos consumidores sobre essa opção.

A discussão sobre a bula digital foi precedida por uma consulta pública realizada entre dezembro de 2023 e março de 2024, após a publicação da Lei 14.338/22, que permite à autoridade sanitária definir o formato de bula para diferentes tipos de medicamentos.

 

FONTE/CRÉDITOS: Contém informações da Agência Brasil
Comentários: