TVGO | Guaíba Online

Domingo, 21 de Julho de 2024

🚔 Segurança e Polícia

Polícia prende dupla suspeita de revender produtos descartados após enchente em Viamão

Investigação apura venda de itens danificados por água contaminada

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Polícia prende dupla suspeita de revender produtos descartados após enchente em Viamão
Divulgação / Polícia Civil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens

Dois indivíduos, pai e filha, foram detidos em flagrante na última quinta-feira (20) em Viamão, Região Metropolitana de Porto Alegre. Eles são suspeitos de vender produtos de higiene, banho, perfumes e dermocosméticos que foram descartados após a enchente que atingiu o Rio Grande do Sul.

Conforme apurado pela Polícia Civil, os produtos estavam contaminados por água da enchente e apresentavam risco à saúde dos consumidores. Os itens haviam sido descartados por uma rede de farmácia e adquirido pelos suspeitos com o intuito de revenda.

A investigação ainda busca elucidar como os produtos chegaram até a dupla e quem intermediou a venda. Imagens de câmeras de segurança flagraram um caminhão descarregando os itens em uma rua do bairro Fiúza.

Leia Também:

No local onde os produtos eram armazenados, a polícia encontrou os suspeitos lavando as mercadorias de forma precária. Um outro homem que estava no local e auxiliava na lavagem foi detido como testemunha.

Parte dos produtos foi descartada e outra encaminhada para análise. Laudo das Secretarias de Saúde e Meio Ambiente de Viamão confirmou a contaminação e os riscos à saúde. Em decorrência da operação, uma lanchonete que funcionava no mesmo terreno onde os produtos estavam armazenados foi interditada pela Vigilância Sanitária devido às condições precárias de higiene.

Os dois suspeitos foram presos em flagrante por crimes contra as relações de consumo. A investigação segue em andamento para determinar todos os envolvidos e as responsabilidades.

 

Você pode gostar de ler também as seguintes notícias:

 

 

 

 

Comentários: