TVGO | Guaíba Online

Sabado, 13 de Julho de 2024

🏘️ Cidades do RS

Após 11 anos da tragédia, obras do Memorial da Kiss começam com cerimônia em Santa Maria

As obras do novo espaço devem ser concluídas em até 18 meses

Redação TVGO
Por Redação TVGO
Após 11 anos da tragédia, obras do Memorial da Kiss começam com cerimônia em Santa Maria
Divulgação - MPRS
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens

Na manhã da quarta-feira (10), uma cerimônia oficializou o início das obras do Memorial às Vítimas da Kiss, em Santa Maria. O evento, realizado em frente ao local da tragédia que ocorreu em 2013, contou com a presença de autoridades, familiares das vítimas e membros da comunidade.

O novo espaço, orçado em R$ 4 milhões, será custeado com recursos do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL), do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS). O fundo é composto por verbas provenientes de multas e acordos judiciais relacionados a danos causados à coletividade.

Leia Também:

Durante a solenidade, o procurador-geral de Justiça, Alexandre Saltz, ressaltou a importância do memorial para a cidade e, em especial, para os familiares das 242 vítimas. "A presença do Ministério Público aqui hoje é para reafirmar nosso compromisso com a memória das vítimas e o apoio constante às suas famílias", afirmou.

O projeto do memorial é liderado pela Prefeitura de Santa Maria, com a colaboração do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), de arquitetos e engenheiros responsáveis pela execução da obra.

As obras do memorial devem ser concluídas em até 18 meses. O espaço contará com diversos ambientes dedicados à memória das vítimas, à reflexão e à promoção da segurança em eventos públicos.

Significado do Memorial

O Memorial às Vítimas da Kiss tem como objetivo principal homenagear as vítimas da tragédia, preservar sua memória e promover a reflexão sobre os eventos de 2013. O espaço também servirá como um local de aprendizado e conscientização sobre a importância da segurança em locais públicos.

O financiamento do memorial através do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) demonstra o compromisso da instituição com a justiça e com a reparação dos danos causados à comunidade pela tragédia da Boate Kiss.

A comunidade de Santa Maria espera que o memorial seja um espaço de memória, reflexão e aprendizado, contribuindo para que a tragédia da Boate Kiss jamais seja esquecida e que sirva como lição para evitar que novos eventos semelhantes aconteçam.

 

Comentários: