Guaíba Online

MENU
Logo
Domingo, 05 de dezembro de 2021

🎨 Cultura e Arte

Rodado em Guaíba e com ator Marcelo Argenta, filme "A Última Música: Notas de Saudade" termina gravações e faz coletiva

Curta-metragem que deve estrear no início de 2022 traz história de um compositor e sua relações amorosas

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para Feedback/h5>
Máximo 600 caracteres.
enviando

O curta-metragem "A Última Música: Notas de Saudade" realizou uma coletiva de imprensa no sábado (23), no Hotel Ibis Guaíba. A produção, que está sendo rodada na cidade, finalizou suas gravações no domingo (24) no restaurante Quintal Café. O curta conta com atuações de Jô Nobre (que também é a roteirista), Raniéri Espíndola e uma participação especial do ator Marcelo Argenta, conhecido pelos papéis em produções na TV Globo e TV Record.

Marcelo, que é natural de Passo Fundo/RS mas mora há 19 anos no Rio de Janeiro, também estava presente na coletiva e contou sobre como é gravar em Guaíba e a experiência de participar de um projeto como este:

– Não tinha ainda feito um projeto daqui, apenas algumas campanhas publicitárias no Rio Grande do Sul. Estou conhecendo a cidade agora, mas o que me chamou atenção neste projeto foi a seriedade dele. É muito importante fomentar as produções locais e divulgar a cidade. Este não é um filme gauchesco, que fala 'bah, tchê ou tri' mas que sim exalta as belas paisagens daqui.

O ator que participou recentemente do longa nacional "As Almas que Dançam no Escuro" comenta que estamos num pais onde não e fácil trabalhar com cultura:

– Estou com dois projetos de peças de teatro no momento. E quero viajar com elas e tirar daquele eixo de apenas São Paulo e Rio de Janeiro. Muitas cidades ainda não têm cinemas e nem todos os filmes chegam para o download, então muitas vezes a população consegue assistir somente pelos festivais.

Já a idealizadora do curta, Jô Nobre - que interpreta Nicole na obra -, conta que a ideia do filme surgiu em suas férias de 2018 e 2019 no Rio de Janeiro, em um curso de dublagem que fizera na capital fluminense:

– É uma história de amor. Eu escrevi ela com todo aquele clima praiano do Rio, mas o Marcelo me deu uma dica. Ele comentou que o cenário de praia havia ficado um tanto quanto "manjado" no cinema nacional e que talvez fosse uma boa ideia rodar este filme em uma cidade do interior. Como sou daqui, me criei e conheço bem Guaíba, ela foi a cidade escolhida.

Todas as cenas externas foram gravadas em Guaíba, porém algumas internas contaram também com locações em Porto Alegre e São Leopoldo, por exemplo. A edição deve ser finalizada ate o final de dezembro. Até lá o filme já deve contar com um trailer oficial a ser divulgado. Sobre a veiculação do curta e participação em festivais, Jô fala que deseja democratizar o acesso ao material:

– Todos critérios da Lei de Incentivo à Cultura foram atendidos pelo nosso projeto, mas no fim desistimos por causa de algumas burocracias. Mas estamos felizes de contar com apoio de grandes patrocinadores tanto de Guaíba como de fora da cidade. Nossa ideia é iniciar a veiculação do filme em festivais - e estamos tentando o Festival de Gramado. E futuramente a gente quer democratizar o acesso através de transmissão em plataformas digitais.

O gaúcho Raniéri Espíndola faz o papel de Beto no filme. Ele é cantor e compositor na vida real e também assina toda trilha sonora da obra: 

– "Notas de Saudade" é justamente a musica que meu personagem está tentando compor. E eu queria que as músicas representassem exatamente o que o personagem está sentindo em cada momento da história. Ao todo, a gente deve contar com três ou quatro músicas, sendo duas delas inéditas. .

No elenco, além dos três personagens principais, A Última Música traz a atuação de Jess Frozi, Ana Paula Assmann, Nói Voltz, Eloní Tarnówski, Henrique Iohann e Vagner Baratto. O projeto conta com seu perfil no Instagram, uma página no Facebook e também um site onde pode ser conferido o primeiro trailer com a música-tema da obra.

Sinopse

“Notas de saudade” se passa em volta de um músico e compositor, que vive apegado às lembranças do passado, quando viveu um grande amor, que por falta de maturidade em assumir o relacionamento, deixou escapar de suas mãos. Com a distância e o sofrimento, atrelados à esperança de reencontrá-la, ele tenta, paralelamente, compor a canção "Notas de Saudade", encontrando dificuldades para encontrar um final à ela, uma vez que assim como a canção, o seu relacionamento deu lugar à uma lacuna ao invés de um ponto final.

Sobre Marcelo Argenta

O ator é reconhecido nacionalmente por sua atuação em novelas da Rede Globo “Amor à vida”, “Eta Mundo Bom” e pela Rede Record: “A terra prometida”, “Apocalipse”. Mais recentemente: “Malhação Vidas Brasileiras” pela Rede Globo e “Gênesis” pela Rede Record, onde interpretou o personagem Gurik. Atualmente atua na produção global "Nos Tempos do Imperador".


.

Créditos (Imagem de capa): Naian Meneghetti

Comentários: